segunda-feira, 4 de agosto de 2008

A necessidade é a mãe da invenção



Tive uma idéia que julgo ser muito boa, mas como me falta qualificação técnica para implementá-la, gostaria de contar com a ajuda dos leitores e leitoras do blog que possuam expertise nas áreas em questão.

Seria um objeto em forma de ventosa (aqueles trocinhos de plástico que aderem em azulejos e vidros), mas grande e de metal, por este ser um bom condutor de eletricidade. Deve também ter um mecanismo de ajuste ao teto. O referido objeto deve possuir a capacidade de propagar ondas de choque de médias a intensas, desde que se circunscrevam ao local do seu ajuste.

Objetivo do projeto: acordar o meu vizinho de cima com trepidações no chão do seu quarto de intensidade suficiente para que o mesmo pense se tratar de um terremoto ou desabamento do prédio, porém que não cause danos reais à estrutura do edifício. O objeto em questão deve ser desmontável e de fácil acondicionamento e ocultação.

Áreas de interesse: Engenharias Mecânica e Civil, Física, Arquitetura, Design Gráfico e, só para garantir, Direito.

16 comentários:

Anônimo disse...

Essa Kenia...
E aí?blz?
Estive sumida e ñ só do mundo virtual rsss
E qdo volto vejo uma proposta complicadíssima pra meu QI rsss
Afe!
Li. E reli, pra variar...
E entendo o seguinte: se for confeccionado de modo a ocultar de maneira (quase)perfeita, tá dispensado especialista na área do Direito, o q acarretaria em projeto menos oneroso.
(risos)
Vizinho é froidz!
Pior é a NOX aki pertim q passa a noite inteirinha de sexta e sábado amanhecendo o dia só no utz utz utz utz utz e vc é capaz de jurar que é dentro do meu quarto!
Assim caminha a humanidade...
Bjão intu, Mári e Paul, família a quem amo e respeito d+.
Regina Farias

Lilás disse...

kakakakakkakakakak
Coitado desse vizinho!
Mas não posso ajudá-la porque minha área é Letras e não entendo nada disso.
kakakakkakaka
Acordou com a macaca, heim!
Boa semaninha prá você e beijos cariocas.

Pernambucobebendoparaomundo disse...

huahuahuahuahuahuahuahuahuahuahuahuahuahua

não precisaria de energia eléctrica, pq você fixaria a ventosa no teto, e chacoalhava pra fazer aquele efeito de vai e vem (meio joão teimoso, meio trampolim).

gelxu

nora borges disse...

Que tal escutar Roberta Miranda bem alto na hora da novela dele?
Ou quem sabe vc possa botar umas sardinhas pra secar na janela que fica bem embaixo do quarto dele... aproveite para sair de férias.
ahhahahahahaha!
De terremoto eu ñ entendo, flor!

A praia com névoa ñ dá tristeza, dá emoçao, é tao bonito!

Anônimo disse...

e o danado do vizinho ainda não deu sossego?Credo!Há q se ter sorte com esse povo viu?
Mas a idéia é sensacional,ficou aqui imaginando a cara dele qdo acordasse com o mundo tremendo.rsrsrsrs

Bjos e []s

Ivette Góis

Coronel Yanossauro disse...

Quer uma receita bem-boa, barata, descomplicada e quase inofensiva?
Faz um furo na laje, no teto de tua casa, em local facilmente escondível com um móvel ou um espeloho de um abat-jour ou ventilador de teto.
De tempos em tempos, espreme uma bombinha de São João nele, acondicionada com sabão amarelo para maior embuchamento, acende o pavio e sai do quarto.
Depois do estouro (que vaipropagar-se pelo prédio todo), só precisarás ventilar o cômodo em questão para retirar a fumaça e torná-lo habitável de novo.
Pronto!

Outra idéia é usar uma furadeira (no modo impacto) no meio da noite. Não tem coisa mais chata.

O problema de ambas as sugestões é que vão aporrinhar o prédio todo. Se topares, é só dar um grito que a gente az as primeiras instalações juntos. Bote uma Fanta Uva na geladeira e dê um grito!

kvuuod

Coronel Yanossauro disse...

Só mais uma pergunta:
Que peste foi que esse vizinho te fez?

Vôte!

Kenia Mello disse...

Regina, qualidade, quem é vivo sempre a aparece! Menina, com duas avenidas separando vocês e o som da Nox ainda chega na sua casa?? Imagino quem mora na mesma rua. Um abuso isso! Esse povo não sabe fazer tratamento de som não, é? Vê se não some!
Beijos!

Lilás, coitada de mim que perco meu sono incontáveis noites com esse fela duma gaita!
Beijos e uma ótima semana pra você também.

Gio, descreva o processo "chacoalhava pra fazer aquele efeito de vai e vem (meio joão teimoso, meio trampolim)." :P

Nora, adorei a idéia das sardinhas podres na janela, já tinha pensando numa variável dela com ratos, mas a sua também é interessante.
Beijos.

Ivette, esse velho tem o diabo no couro, só pode!
Beijos.

Yano, acho que essa do furo no teto é uma furada, viu? Hehehe
Mas a idéia da furadeira de impacto é interessante tirando o fato de que ela é uma variável incrementada da vassourada no teto, mas é algo que posso fazer, só que não constantemente.
E quanto ao que peste a peste do vizinho me fez, o de sempre: arrastar móveis de madrugada afora... Bora capar o cabra? Pelo menos umas semaninhas parado ele fica.
Beijos.

DJ disse...

Epá... Direito conta comigo! Invoca tudo: Legítima defesa, Estado de necessidade, asilo político, refugiada, tudo! Vale tudo!!! ehehehe

Beijos!

jose luis disse...

tenho 2 sugestoes:
1- bater 24 horas com uma vassoura no seu teto (caso voce more embaixo dela)e' insuportavel
2- brincar de bolas de gude o dia inteiro no chao que seja o teto do quarto dele(caso voce more em cima dele)
e'mais insuportavel ainda

jose luis disse...

ah! no caso das bolinhas, nao se esqueca de tirar os tapetes, senao nao funciona

Kenia Mello disse...

Ô bando de seres malignos! Adoro! Hohoho

João Eurico disse...

O que vc precisa é disso aqui

http://www.patentstorm.us/patents/5143011/description.html

Esse equipamento produz uma ressonancia ao longo do caso e impede que as cracas agarrem.

Com alguns ajustes, esse reverberador pode ser ajustado para fazer a cama do seu vizinho vibrar/tremer/chacoalhar. O bom desse método é que ele é impercetptível para o alvo. Ou seja, quando ele estiver acordado, não vai detectar o que está acontecendo. Quando ele estiver deitado na cama dele, vai sentir uma "agonia" no ouvido, vertigens, enjoos e, com um pouco de sorte sua, vontade de morrer.

Use com cautela pois se vc colocar na força máxima, em 220v, vai derrubar o prédio.

Glaucio Almeida disse...

Idéias vc já tem de montão... hehehe
O vizinho aqui de cima tb tá azucrinando com uma reforma interminável... Que ódio!

Pernambucobebendoparaomundo disse...

"Gio, descreva o processo "chacoalhava pra fazer aquele efeito de vai e vem (meio joão teimoso, meio trampolim)." :P"

Pegue uma régua (de preferência de 30cm), prenda uma extremidade na mesa, a outra extremidade você pressiona para baixo, agora solte, vai fazer um "trtrtrtrtrtrtrtr..." (desculpe se a onomatopéia não corresponde, mas faz três dias que penso como escrever essa desgraça, e o melhor que eu consegui foi isso ai...)
E mais ou menos esse efeito que eu tava falando...

apuzydmk

Kenia Mello disse...

João Eurico, Oops! Page Not Found! Tava bom demais para ser verdade!