domingo, 6 de junho de 2010

Bichinho de estimação






Mariana cismou que vai querer um porquinho de bicho de estimação, lá na Holanda. Sim, morar num apartamento com um porco. O pai, que é todo trabalhado no tema da infância-feliz-rodeada-de-bichos-de-todas-as-espécies, achou a ideia ótima – pra quem teve um urubu como bicho de estimação, o que é um leitãozinho, não é, minha gente?

9 comentários:

Ivette disse...

era só o q te faltava mesmo,Kenia...rsrsrsrs
Essa Maricota!Beijinhos pra ela.

Cristiana disse...

Quer trocar o leitão de Maricota por alguma dessas espécies?
Centopéia (Dorotéia);
Sapo-cururu (Gumercino);
Sangue-suga (Jennifer);
Aranha (vetada);
Cobra (idem);
Iguana (idem);
Camaleão (idem)...
Ah! Tivemos plantas carnívoras, também. Morreram empanzinadas.

Nei kS disse...

Mas te digo, Mariana está certa.
Porco de apê é limpo. Só faz xixi e cocô em água corrente (herança das ancestrais javalis que assim despistavam os predadores).
Claro, se deixar o bicho apertado, é aquela.
Tem uns porquinhos geneticos etc que não crescem. E eles atendem pelo nome como um cão, mais que um gato. E não soltam pêlo nos sofás.
Mas me pira acariciar uma fatia de salame.
Que ela não leia nada disso.

Besos e boa viagem!

Maria Sidérya disse...

Muito fofo. Tudo é possivel. Melhor que urubu.
Bjs

Kenia Mello disse...

Pois é, eu tô ligada que porquinho é super inteligente e limpo, os que vivem na lama o fazem pela forma como são criados e tal, mas o lance é que não estou com a mínima vontade de ter animais de estimação. Nem sempre foi assim, mas, atualmente, quanto menos eu tiver o que me prenda, melhor. Além do mais, pra quem vai sobrar a tarefa de passear com o porquinho, por exemplo, hein, hein? Lá vou eu, nas Nederlândias, com um leitãozinho na coleira, ele, naturalmente, em tempos frios, todo agasalhadinho... Lindo, hã? Estoy fuera!

Cristiana disse...

Ai, Kê! Que cena lindjia! Já fiz toda uma imagem de você e Mr. Pig, matching scarfs and all...! Glamour e vedação!

Kenia Mello disse...

É, e quando tiver visita, adivinha quem vai passear Mr. Pig... :P

Giovanni Gouveia disse...

Bom é que, se enjoar de cuidar, pode servir de almoço/jantar, sem ter que se preocupar com a SPA...

scestmis

Kenia Mello disse...

Ah, mas essa foi (mais) uma das condições impostas por Mariana: que nunca, jamais e em tempo algum, o porquinho iria pra panela -- no que concordo (e apenas nisso) plenamente.