terça-feira, 9 de novembro de 2010

Dilema





O sertanejo é, antes de tudo, um forte, já dizia E. da Cunha. E o nordestino é, antes de tudo, um comedor de farinha. Como boa representante da raça, quando desembarquei em terras nederlândicas, trouxe o meu quilinho de farinha, das boas, quebradinha, mas não sem o devido cagaço de pensar na possibilidade de a bichinha ser confundida com alguma droga (ok, alguns dirão que é uma droga mesmo, mas eu amo!) pelas autoridades alfandegárias.


Não que eu não passe sem farinha, passo. O fato é que pretendemos convidar uns amigos holandeses para uma feijoada aqui em casa (sim, acham-se feijão preto e demais ingredientes nesta terra) regada à caipirinha (pra eles, eu prefiro caipirosca, especialmente pelo fato de as boas vódegas russas serem bem em conta por aqui) e à boa música brasileira (quem pensou pagode, vá sonhando).

Voltando ao dilema, que vindo do grego é dillemma e do latim só perde um l, o problema é que, no último supermercado, compramos o holandse bruine bonen (o equivalente ao nosso mulatinho), esse fulano aí embaixo,



e eu me vejo tentada a usar a minha rica farinha porque, convenhamos, nordestino NÃO concebe feijão SEM farinha! O nó é este: será esse feijãozinho mequetrefe digno da minha precisa iguaria? Depois comunico o resultado dessa profunda elucubração.


10 comentários:

DILERMArtins disse...

Mas bah, guria.
Me fez lembrar o dia em que desci em Maceió, portando um pacote de "erva" na bagagem. kkk
Afinal gaúcho não dispensa chimarrão...Pessoalmente tão pouco dispenso a farinha, atualmente estou consumindo um quilinho que minha filha me trouxe de Salvador.
Abração e todo o sucesso na nova morada.

Simone disse...

Já tentou uma dessas casas portuguesas ou africanas? as africanas costumam ter uma variedade de farinhas, e já as portuguesas tem farinha pra farofa ou aquela farofa pronta. O que eu não sei onde achar, é a tal farinha d'agua que eu adoro.

beijao

Beth/Lilás disse...

Ah, mas uma farofinha com feijão é mesmo uma delícia!
E eu também levaria um bocadinho assim escondida para estas horas.
Por coincidência, cozinhei feijão mulatinho hoje aqui em casa.
Delícia!
bjs cariocas

Nei kS disse...

Tudo dá certo com o coração bem Marco Polo de tudo.

E a cabeça Francis Science.

Bom apetite!

Ivette disse...

E aí,prestou?O feijão holandês é gostoso?Resolveu usar a farinha?Conte!E quando puder.fale das comidinhas daí.Deve ter cada coisa deliciosa!rsrsrsrs

Bjos e []s

Kenia Mello disse...

Diler, você com sua erva e eu com a minha farinha. :)
Obrigada, beijão.

Simone, o Bijlmer é meu pastor e farinha não faltará. ;)
Beijo.

Beth, pra mim, com feijão, é farinha mesmo, acho farofa com feijão esquisito, santos regionalismos. :)
Beijos.

Nei, terminou que deu certo, não completamente, mas não se pode ter tudo. ;)
Besos.

Ivette, comi o talzinho com farinha e deu pro gasto. Mas também eu nem posso dizer que o triste era sem gosto (e era) porque ele era daqueles de lata, que é só ferver, sabe? Talvez preparando-o com uns temperinhos, quem sabe? E, tá certo, fico devendo falar sobre as comidinhas daqui.
Beijos.

Nei kS disse...

Mas quais foram as caras holandesas?

a. Ei, me quer mais.
b. Isso é uma orelha?
c. Você faz amanhã também?
d. Mas que diabo Nassau foi fazer lá?
e. Onde é o...

Kenia Mello disse...

Ah, Nei, os holandeses desta casa passaram muito tempo no Brasil, bem-acostumados com o nosso feijãozinho todo temperado e cheio de pra-quê-isso, mas não reclamaram do insosso, não. Vai que em respeito à minha pessoa que em termos de culinária, é uma excelente criatura das letras. :P
Besos.

Kenia Mello disse...

Quando a feijoada rolar, relato, com fotos, o evento. I promise. ;)

augusto disse...

... estou lendo isso com um atraso medonho... mas, de todo modo, aqui vai a dica: nos "toko's" ou quaisquer desses supermercadinhos com produtos indo-surinameses eles vendem farinha de mandioca em uma versao relativamente brucutu, para os que preferem sua farinha fina e sofisticada como talco, mas nao deixa de ser farinha, e eu uso o tempo todo. procure por esse nome: GARI. na maioria das vezes eles tambem vendem mandioca fresca, j'a descascada e congelada em saquinhos. e' so' botar na agua com sal que o negocio cozinha e fica molinho que e' uma beleza. nunca da' errado. eu como com carne e manteiguinha em cima ou entao quando faco bobo'... e' isso mesmo. ja' esta' me dando agua na boca. procure o nome cassava. quanto ao feijao - de qualquer cor - e' sempre melhor comprar na natuurwinkel, evite os chineses ou africanos-caribenhos, porque a gente nunca sabe mesmo a idade dos bichos e os biologicos vem sempre catadinhos, com mais gosto, sem discussao.

muchos kissos,

gugs