domingo, 20 de março de 2011

Blogar ou não blogar








Alguém ainda lê blog? Essa é uma pergunta que venho me fazendo há um bom tempo e que talvez justifique um pouco o abandono deste blog. Nunca passei muito tempo sem atualizar o Leite de Cobra e agora lá vão quase quatro meses sem que eu faça uma postagem. Além da rotina corrida, do Facebook, que aqui mesmo eu disse um dia que não curtia, mas que hoje virou minha referência para entrar em contato com todos os amigos (os virtuais e os que ficaram no Brasil), tem a coisa da preguiça de escrever, confesso. Por mais que me seja irritante reduzir o que quero dizer em 140 caracteres -- não, não aderi ao Twitter: uma simples postagem no FB não pode exceder esse número, caso contrário, vira nota --, acredito que síntese é a palavra da hora, para o bem e para o mal.

A interatividade de outras ferramentos é outra razão que também me levou ao quase abandono deste blog. Sim, porque aqui na blogosfera tem a questão da "etiqueta" entre os blogueiros que já me irritou tanto: as pessoas comentam seu blog esperando que você comente no delas. Aí você acessa o blog, lê posts imensos e perde horas e horas na net como se não existisse mais nada no mundo a ser feito. Ao mesmo tempo, não conheço ninguém que escreva para não ser lido e comentado, de preferência, porque a menos que você fique monitorando esses sites que medem a frequência dos blogs para saber o número de acessos, sempre se quer saber a opinião de quem nos lê. Já com outras redes sociais, a interação é mais rápida, você pode, mesmo sem escrever grandes comentários, assinalar que leu e gostou de algo. Enfim, essas são algumas pistas do meu sumiço.

Vou tentar não abandonar o Leite de Cobra, sobretudo porque ainda disponho de tempo em função do processo de imigração -- sim, ainda estou nele, fazer o basisinburgeringexamen foi só o primeiro passo, vou comentando aos poucos o processo -- e tenho muitas coisas legais (outras não muito) para contar. Vamos ver como será retorno.

Um bom domingo para todos. Aqui são 9h25 de uma manhã ensolarada (4°C com sensação de 2.1°C).

11 comentários:

Clarice M. disse...

eu leio \o

Luciana Vannucchi de Farias disse...

Mas sabe que depois que a gente volta, sente saudade disso tudo aqui?

Também não gostava do FB e hoje em dia não consigo viver sem ele, mas ainda acho gostoso o exercício de montar um texto para postar em um blog. E o de ler os amigos, quando há tempo.

Beijão, querida!!!

Nei kS disse...

nao tem etiqueta nao. le quem quer.

voce é assim, eu sou assim.

so leio o que é bom. voce tambem.

besos

Anônimo disse...

Nem acredito,muitas saudades desse cantinho!

Bjos e []s

Ivette Góis

orvalho do ceu disse...

Olá,
Vc abordou pontos importantes na arte doce de blogar...
Fico no meu porque gosto muito e mesmo não lida perseveei 9 meses quando comecei... valeu a pena!!!
Abraços fraternos

Paola disse...

Se você escreve, eu leio,
às vezes não comento, mas já que você está na dúvida, eu comento e pronto, você fica sabendo... aquela ali, passou por aqui!
Bjs
Paola

Nei kS disse...

viu?

gente grande le blog, criatura.

besos

Anônimo disse...

No decorrer da semana passada, dois blogs muito especiais foram fechados, e eu os acompanhava com muita alegria, embora sem sempre tecesse comentários. Temi, então, que o seu tivesse o mesmo fim, daí o meu comentário no post anterior. A alegria que retorna. Brenda.

Kenia Mello disse...

Ai, estou animada pra voltar, queridos. E, Brenda, foi o seu comentário que me motivou a quebrar o silêncio, eu já estava matutando sobre o blog, Paul dizendo que tinha pena de o blog estar às moscas, enfim, vamos em frente.
Cla, Lu Farias, Nei, Ivette, orvalho, valeus! Mais tarde tem post novo.
Beijos.

Violeiro Andarilho disse...

Deixe não, de blogar não...

Claro que quem escreve quer ser lido, e que a maioria esmagadora dos leitores passa anonimamente e não comenta, mas muita gente lê. Eu mesmo não imaginava ter tantos leitores...
Acho que ambos, blogs e facebooks e afins têm espaço - são públicos diferentes. Eu, particularmente, engrosso o coro dos que ficam - e lêem, mesmo sem comentar frequentemente. Visitar os blogs dos amigos e sobre assuntos que nos interessam é sempre interessante.
Abração!

Kenia Mello disse...

Pois é, Fernando, vamos adiante, como ainda disponho de tempo livre, blogar é uma delícia, especialmente pra quem é prolixa como eu. ;) Abração.