sexta-feira, 29 de fevereiro de 2008

Eu também mereço um!




Alguém aí vai querer tapioca?

Apideite: Peguei desse corno aqui.

5 comentários:

Anônimo disse...

Pois é...
É impressionante como as pessoas são criminosas com cara lisa de certinhas e terno bem definido.
Lembro que bem antes do advento desse cartão, meu marido (à época) sempre utilizou as tais "verbas de representação" para aquisição de passagens, traslados, alimentação, hospedagem e até compra de presentes na comemoração de aniversário/casamento de "clientes especiais" utilizando esse dispositivo com ÉTICA de tal forma que até um presente de casamento de uma filha de um senador - por exemplo - comprado completamente dentro das normas hipócritas mas legais rsss - COMPLETÁVAMOS o valor, já que a cota mensal nunca correspondia à "demanda" social rsss.
Sempre tivemos acesso a certas "facilidades", mas, graças a Deus nunca nos deixamos levar por esse falso encanto e fascínio que o status manipula.
Ora, não existe meio honesto. Ou vc é ou não!
E tenho certeza que hj trabalhando para o governo do Estado sua postura é a mesma!
E rogo a Deus todos os dias que ele nunca caia em tentação!
Bj

Repórter Bacurau disse...

Plagiadora!

Kenia Mello disse...

Oxe, só você que quer a boquinha, é? Hehehe

Repórter Bacurau disse...

Olha a "apideitada" (ui, nêga) que eu fiz...

Gláucio Almeida disse...

Eita, já fiz o meu também! Vamos engordar até umas horas... kkkkkkkkkkk