terça-feira, 4 de março de 2008

Calor na bacurinha

Dias muito quentes aqui em Recife. Minha pressão arterial se comportando diafanamente: ora caindo mais, ora bem mais. Hora de consultar um médico, qualquer hora dessas.
Na verdade, com algumas exceções feitas por motivos pessoais, detesto médicos. A grande maioria acha que ocupa o Olimpo e nós, pobres mortais, lhe devemos subserviência moral e intelectual.
Claro que há profissionais muito bons, humanizados e tal, mas acho que deveria haver psicotécnico pra eles antes de entrar numa escola de medicina e com poder de vida ou morte: Serás ou Não Serás um Médico. Ah, isso também deveria valer para advogado com pretensão (bota pretensão nisso!) a juiz.
Enfim, eu vejo flores em você. Psicodélicas, diga-se de passagem.

9 comentários:

Mani disse...

Então voce confia em resultado de psicotécnico??? Hum....eu desconfio.

Kenia Mello disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Kenia Mello disse...

Na verdade, mani, não confio nem na minha própria sombra. O psicotécnico serviria apenas pra dar um cagaço, tá ligada? ;)

Anônimo disse...

também me sinto bastante mal com o calor,uma moleza daquelas.
Qto aos médicos e aos advogados,existem uns cujo ego não cabe nas próprias calças,os "doutores".rsrsrs

Bjos e []s

Ivette Góis

Repórter Bacurau disse...

Tá um calor da gota mesmo nesses ultimos dias.

Quanto aos médicos é aquilo que te disse uma vez: precisar o mínimo deles é a minha grande motivação pra malhar, me alimentar bem, cuidar do corpo e da mente.

Repórter Bacurau disse...

Ah! Psicotécnico não serve pra nada...

Nós, os doidos, já sabemos como passar nesses testes. Doidos, sim. Burros, não.

Anônimo disse...

Com o advento da indústria farmacêutica, os médicos "esqueceram" a frase célebre de Hipócrates, o Pai da Medicina, "cura-te pelo alimento" e, confundindo nomes rsss passaram a ser hipócritas comerciantes (aff pôdi,o trocadilho!)que começam a negociar ainda na faculdade, trocando a dignidade e o juramento por jaquetas e canetas de grife. (considere as exceções :P)
bj
R.

joseluis disse...

em materia de pretensao, o medico so' perde para o juiz de direito, que atualmente nem sao tao direitos assim
mas deve ser insuportavel ser medico sem gostar da profissao
mas como ja' tenho 30 anos de formado
muito prazer
jose luis
blogueiro (www.slowdown.com.br)
poeta
e medico nas horas vagas
e eu tenho muitas horas vagas

Kenia Mello disse...

José Luís, seja bem-vindo. :)