sexta-feira, 2 de maio de 2008

Curtinhas

* Hoje bem cedo, encontrei a vizinha de baixo no elevador, uma senhora muito simpática e falante. Vinha da caminhada no calçadão. Conversa vai, conversa vem, ela me disse que tinha preguiça de malhar em academia e preferia caminhar. E que todo mundo tem que fazer atividade física porque onde tem osso, tem dor.
Entrei em casa com isso na cabeça. Fui direto no Google: um ser humano adulto tem 206 ossos... É dor demais prum esqueleto só.

* Do alto dos seus 4 anos e 5 meses, Mariana dá o seguinte chilique, depois que eu a repreendo por uma bobagem qualquer: Não quero mais os seus beijos! Essa daí tem veia poética...

* E não é que a síndica demitiu Francisco? Mas nós fizemos um abaixo-assinado para que o caso seja discutido em assembléia. Quem paga o salário dos funcionários não somos nós, condôminos? Aguardem o desenrolar do triste episódio.

* Feriado chocho esse. Acordei pensando que era segunda-feira, mas a boa notícia é que é sexta. Papai Noel existe!

* Estou doida pra ler a biografia de Tim Maia. Na Saraiva, o preço caiu de 49 pra 35, mas mesmo assim tô pirangando porque é o tipo do livro que eu não releio. Alguém quer me emprestar? Prometo que devolvo e cuido direitinho.

* Falando em devolver: Regina, esse fim de semana passo aí pra deixar o CD do Uptown Blues Band - pra quem não sabe, o filho dela é baixista do Uptown e do Cascabulho. Só tenho amigos chiques, viram?

* E falando em entregar: Flavita, o seu entulho está aqui em casa quarando à sua espera. Estou já jogando no lixo. Humpf!

* Tenho um amigo que está na Costa do Sauípe se amostrando bem muito. Já roguei tanta praga que ele deve estar com a terceira pele caindo.

* E hoje é o aniversário do meu amigo-ex-aluno Álvaro, que está com o bucho costurado devido a uma cirurgia no intestino, mas passa bem. E amanhã quem passa aí somos nós, viu, amore? Só não invente de mostrar os pontos porque minha pressão anda muito baixa...

* E como esse post de hoje está inteiramente direcionado aos amigos, deixo aqui meus pêsames para dois deles:

1. Os amigos do Parmeira que levaram uma lapada de 4x1 do meu Glorioso Sport Club do Recife, voltando para casa assim com o rabinho de mola entre as pernas. Valeu, porco!

2. Os amigos alvirrubros: ano que vem tem mais, fios.

* Como eu sei que o que não vai faltar é espírito de porco (desculpa de novo, Parmeira!) dizendo que eu não devolvo objetos alheios, já me adianto e conto:

No chá de bebê de Mariana (outubro de 2003), minha amiga Elzinha fez um escondidinho de charque daqueles que se comem rezando - depois eu pego a receita com ela e posto aqui, que já virou uma zona mesmo.
E a assadeira dela foi ficando aqui em casa. Nela foi assado o ganso de um Natal, o peru de outro, o chester de um réveillon. Foi emprestada à minha sogra e à minha comadre também. Mas eis que 5 anos depois, a assadeira volta para sua dona, que já nem lembrava de sua existência pelo fato de já dar a dita cuja por perdida.
Mas como sou pobre, porém asseada, mostro a verdade, sem montagens e photoshops:





Hoje em dia não saio de casa sem uma câmera digital...

14 comentários:

Anônimo disse...

Tô vendo que esse feriado tá servindo pra se fazer limpeza em vários sentidos rsss
Euzinha mesma joguei fora tanta coisa onti! Principalmente TODAS as panelas velhas, já que recebi umas novinhas super xikis de presente de mãe adiantadíssimo. E vem + por aí! (espero... :)
Ah! e q bom q vc tem um cd meu, só assim vc vem na minha casa la la la :P
Isso sim é que é ser xiki
bjão!
Rê.

Kenia Mello disse...

Justiça seja feita: a assadeira foi entregue em fevereiro deste ano. ;)

Alvaro disse...

Obrigado amoreeeeeeeeeee

a melhor coisa do universo é ter amigos, e você é isso e muito mais. Beijo imenso, te amooooooooooooooo.
E pra relembrar:

1, 2, 3
Drag Queen

Repeat

Air Bag

PS: Olha se num tem mais nenhuma vasilha do povo aí, casco de coca-cola, etc...

Álvaro

Anônimo disse...

antes tarde do q nunca a assadeira volta para o seio da sua família,isso é o q importa.rsrsrs

E parabéns pro Álvaro!

Bjos e []s

Ivette Góis

claudia disse...

Nós temos 206 ossos? Vivendo e aprendendo...

Kenia Mello disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Kenia Mello disse...

E os bebês, pasme, têm 300!
Seja bem-vinda, Claudia. :)

jose luis disse...

ufa!
como diza Jack, vamos por partes:
1- a velhinha sua amiga tem essa sensacao dor nos ossos por sente dor nos ossos mesmo
e' a osteoporose que vai causando microfraturas, que sao fraturinhas, mas que doem
2- vale a pena comprar o livro do Tim Maia, e' otimo e grosso
pra ler que se deita na cama
toda noite um pouquinho
e depois todo mundo vai querer emprestado
se pode fazer um bom escambo com ele
3- sua filha tem veia poetica
a frase foi como uma briguinha da amor e foi mesmo
4- esperam que voce recuperem o Seu Francisco e reparem a grande injustica
5- bonita asaadeira, Keninha
hehe, desculpe a intimidade

Aline Tavares disse...

Ah se os meus aluninhos tivessem a veia poética de Mariana...
Feriadinho chocho mesmo. Sem graaaça. A única e insuperável felicidade foi a lapada no Palmeiras, da qual fui testemunha ocular e grande incentivadora!
O jogo mais bonito que eu já fui!

"Adeus, Porco!"

DJ disse...

Brutal (o que em português lusitano significa fantástico)!!! Este blogue está cada vez melhor! Gostei muito deste post e subscrevo, por inteiro, a tua "curta" sobre o feriado. Foi mesmo choco.

Beijos!

Sweet! disse...

Gente chique, come ganso no natal e fica dando xêxo em assadeira, KKKKKK
Coisa de rubro-negro, vixe!

Chocho mesmo, eu trabalhei na sexta :-P

Kenia Mello disse...

José Luis,

fique à vontade que você é de casa. ;)

Sweet,

inveja é uma merda. ;)

Repórter Bacurau disse...

Eu tenho o livro aqui, mas depois que tu quase deu o ganha na assadeira de Elzinha, sei não...

Kenia Mello disse...

Ô cretino, empresta, vai? Se eu devolvi a assadeira De Elzinha depois de 5 anos, por que não haveria de devolver o seu livro depois de 10? :P