quinta-feira, 5 de março de 2009

Arcebispo de Olinda e Recife excomunga mãe e médicos que interromperam gravidez de menina



Conforme eu havia dito ontem de manhã nos comentários, a notícia que até então se tinha sobre a menina grávida de gêmeos era que ela teve alta médica, solicitada pela mãe, e ambas deixaram o IMIP (Instituto Materno Infantil de Pernambuco) com destino desconhecido.

À noite, vi num telejornal que ambas se encaminharam ao único hospital da capital que está autorizado a interromper gravidezes dentro do que prevê a lei (CISAM - Centro Integrado de Saúde Amaury de Medeiros). Lá, a menina de 9 anos foi submetida ao aborto.

Como se não bastassem todas as seqüelas que a criança terá, o arcebispo de Olinda e Recife, dom José Cardoso Sobrinho, conhecido por seu radicalismo, autoritarismo e por perseguir padres que não professem a sua - ele é, inclusive, processado judicialmente por calúnia e difamação -, na falta do que fazer, resolveu excomungar os parentes e médicos envolvidos na consumação legal do aborto. (E se os médicos ou a mãe foram budistas, cardecistas ou ateus? Que punição, hein?).

Acredito que a ICAR, seguindo a linha do arcebispo local a quem tanto admira, também deveria excomungar todos os padres culpados de pedofilia, ao invés de simplesmente transferi-los de paróquia para que continuem praticando seus crimes.

Se dom José Cardoso Sobrinho canalizasse sua veia midiática e exibicionista (o santo homem não pode ver um holofote) em prol das muitas comunidades carentes de Olinda e Recife, estaria, sim, fazendo a sua obrigação.




29 comentários:

Paola disse...

Olha ai mais um que merecia uma ação pública!
Acho interessante, até então, tal arcebispo, não havia oferecido nenhuma ajuda à menina, à família, mas apontar o dedo é fácil!
Mais um exemplo da razão pela qual a igreja está se esvaziando, vai ficar às moscas, já não há quem demonstre vocacão para o sacerdócio, já não há fieis que se mantenham na fé.
Por isso eu acho que para um mundo melhor , antes de mais nada há que se romper as barreiras e as amarras dessa religião formatada, comecializável.
Que a igreja se exploda, para mim tanto faz, importante é salvar a menina, que é vítima de um ato violento, dogmas? Todos eles foram por água abaixo! A igreja que encontre um novo discurso, um caso desses derruba qualquer tese possível!

Que raiva!

Beijo

PAola

LuMa disse...

Sob esse papado, não me surpreende em nada. Será tentativa de emulação do bispo recentemente expulso da Argentina, ou ambiciona um posto no Vaticano. Em teoria, o Estado brasileiro é laico, portanto, burra é a mídia que lhe dá espaço.

:) Vc não vai acreditar, mas a palavra-chave que tenho que digitar e mandar este comentário me pede "dismo". Já tava pensando outra coisa! (rs)

Nei Ken iti Schimada disse...

Um homem que usa o cajado de Dom Helder Câmara deveria ter entre o cérebro e o corpo, um coração.

E olha que eu sou ateu.

Roger Chadel disse...

Como a Igreja é anacrônica! Não é de se espantar que perde fiéis dia a dia. Escolher entre o bem e o mal não requer muita sapiência, qualquer um sabe fazê-lo. Mas quando a escolha é entre o ruim e o pior, espera-se que entidades como a Igreja dêem sua ajuda, à luz da sabedoria, do bom senso, da experiência, quiçá da doutrina. Mas o que esperar de sacerdotes que não têm experiência de família, que interpretam as escrituras no seu sentido literal, sem analisar a situação, sem participar do drama sofrido, sem questionar os traumas envolvidos. E ainda condena o fundamentalismo islâmico! Entre tentar diminuir o estrago feito com uma menina de nove anos e interromper a gestação de uma criança que ainda não nasceu e que não terá a mínima chance de sobreviver dignamente num ambiente familiar destruído, não há que se pensar duas vezes. Parabéns ao poder público, parabéns à justiça - que surpreendentemente agiu em tempo hábil - parabéns à família da menina que a apóia.

Anônimo disse...

é por essas e outras q a igreja católica vem perdendo fiéis...E realmente ninguém pode falar do fundamentalismo dos xeques pq parece q ele é uma característica da maioria das religiões.É o sujo falando do mal lavado.E a prepotência do arcebispo é q é medonha,como se hj em dia ser excomungado fosse o fim do mundo!Se a pessoa for atéia então, é de fazer rir mesmo!

Bjos e []s

Ivette Góis

Paulinhaaa disse...

Eu acho que esse "homem santo" só está querendo aparecer como alguém que faz valerem as leis da igreja, mas na verdade como vc bem disse está somente atrás de um holofote, não se importando nem um pouco com a saúde da menina, triste...
Aff!

Bjks

p.s.: arianas!! \o/

silvania lessa disse...

Tem coisas q só me dão nojo!

DJ disse...

Sinceramente, há males que vêm por bem. Ainda bem que foram excomungados. Quem iria sacrificar-se para dar uma educação minimamente digna às duas crianças (mãe e filha) seriam os pais!
Esta padralhada tem muita moral, mas quando são eles a engravidar as mulheres, como acontece aqui em Portugal e em toda a parte do mundo, aí já convém fazerem abortos!

Beijos

Kenia Mello disse...

DJ, que o diga o Padre Amaro, aquele descarado! Hehehe

DJ disse...

O Padre Amaro tinha necessidades que precisavam de ser preenchidas :)

Kenia Mello disse...

DJ, se fossem necessidades, não seria O crime. :P

Anônimo disse...

Ignorância tem limite ! E quem precisa de excomungação. Coloca um miolhinho de pão na boca e se quiser ainda molha no moscatel, faz uma oração com o seu íntimo e vibre no positivismo!!! Ë mais gostoso do que colocar aquela hóstia seca na boca que passou em mão em mão.... Sei lá aonde aquele padre tal passou a mão dele antes e depois vem me dizer que é o corpo de Cristo... Tô fora ! Cadê o ato de amor e solidariedade da Igreja católica?? Me vergonha ser católico, aliás o que é ser católico??? Nascemos católico e morremos nada??? Eliézer

Anônimo disse...

Sinceramente, esse caso não deveria precisar nem de lei que o amparasse, que dirá de igreja. Poderia apostar que nenhuma das pessoas excomungadas está sequer pensando nisso. Por isso digo, padres deveriam poder casar e ter seus próprios filhos, talvez isso pudesse evitar uma barbaridade dessas.

TARCIO VIU ASSIM disse...

Não é de hoje que o Arcebispo envergonha Olinda e Recife.
-
Numa frase curta NEI resumiu tudo no comentário acima.
-
Em situações como essa, de violência contra a mulher, de abuso de crianças, de intolerância e insensibilidade do arcebispozinho de merda, eu me envergonho de ser Pernambucano.

Anônimo disse...

Nessa história de Dom José eu acrescentaria ao seu texto que ele responde na justiça por outras causas mais sérias também, como no caso da posse indevida de terras; e quanto à sua "atuação" ao caso específico da menina, faço minhas as sábias e resumidas palavras do Nei.
bj
R.

jose luis disse...

ridiculo
isso quer dizer o que?
que os medicos nao vao pro ceu
o arcebispo decidiu?
deve ter feito uma ligacao pro chefe

nora borges disse...

Esse senhor é peao... e adora ser peao.Como disse alguém aí em cima, ele envergonha nosso Estado, mas representa a voz da Igreja Católica, cruel, injusta, cínica, falsa como sempre.
Os que nao pensam como ele sao atirados para fora da instituiçao ou obrigados a fazerem o bem às escondidas.
Defender a mulher? A Igreja Católica odeia as mulheres! Elas sao o pecado, a lascívia, a tentaçao.
Por mim esse senhor pode escomungar queme ele queira. Meu Deus nao é o dele.

Anônimo disse...

Alguém falou aí que padre devia ser casado pra se evitar uma série de equívocos... aí eu me reporto à Igreja Primitiva onde homens como o próprio apóstolo Pedro era casado.
"Foi então Jesus à casa de Pedro, cuja SOGRA estava de cama, com febre. Tomou-lhe a mão, e a febre a deixou. Ela levantou-se e pôs-se a servi-los"
(cf Mateus 8: 14-15).
bj
R.

nora borges disse...

Os Padres nao podem casa para nao ter herdeiros a quem deixar herança algum. tudo vai para a igreja. E nao esqueçam que nos primórdios desta instituiçao, os nobres é que eram os Padres.
Pobre nao chegava a rezar missa. Nunca.

Anônimo disse...

Sou católico, mas estou envergonhado com a mentalidade desse dom José Cardoso Sobrinho.
Quem é ele ou o papa ou qualquer outro imortal, que diz que vai excomungar alguém? Só Deus pode falar isso.
Kd que ele se ofereceu pra ajudar,pedindo pra ele mesmo criar os bebês que iriam nascer. Pimenta no... dos outros, é refresco. Nos tempos de hoje com tantas doenças, dizerem pra não usar camisinha, é um grande absurdo. Uma mentalidade ancestral.Acho que eu vou mudar de religião.

Ana R. disse...

Ele só não excomungou o pai da menina...Ô atraso!A igreja e seus dogmas petrificados. Não dá pra engolir.

Anônimo disse...

Apesar de eu não concordar com algumas doutrinas da Igreja Catolica, e mesmo a excomunhão ser besteira, porque ser humano nenhum tem autoridade diante do Altíssimo para barrar ou impedir uma benção, mas vejo que a postura do Arcebispo está certíssima e digo mais, certamente diante de Deus pela sua postura de impedimento ele não está culpado por este sangue inocente.Antes de culpar e cruscificar alguem deve se levar em conta a cumplicidade desta jovem mulher que não tem nada de menina, investigar se esta moça não foi registrada como recem nascida aos 2 ou 3 anos de idade, oara ter esta desenvoltura física, e quem são os legisladores, outros tantos nescios, e medicos para ter autoridade diante de Deus para arbitrar e decidir: este vai viver, este vai morrer. Certamente esta moça se alcançasse alguma fé, ao final da gestação estaria bem ela e seus dois filhos.

Anônimo disse...

Vergonha! Estou sentindo muita vergonha de pertencer a esta Igreja. Não é esta a minha Igreja! Este senhor não merece 10s de destaque na mídia, basta olhar para a cara dele e percebemos que ele não é normal!... Mas pior do que ele é ver a CNBB e o Vaticano tendo que tomar partido em favor dele, devido a Dogmas escritos na Era Medieval, onde a maioria da população era formada por selvagens... Uma vergonha!

Marco Y disse...

Eu também não entendi onde este "ilustre" arcebispo quer chegar.

Atitude ridícula e sem sentido. Ele realmente devia se preocupar com os problemas internos da igreja, antes de sair julgando deste jeito.

Beth/Lilás disse...

Kenia,
Recebi uma poesia maravilhosa da nossa literatura de cordel e deixo só o finalzinho:

" E esta quem me contou
Foi Lima do Camarão:
Dom José excomungou
A equipe de plantão,
A família da menina
E o ministro Temporão,
Mas para o estuprador,
Que por certo perdoou,
O arcebispo reservou
A vaga de sacristão."

Boa essa, não!?
bjs cariocas

Crysthine disse...

Acho q o arcebispo agiu de acordo com o q ele acredita e conforme as regras q ele prometeu defender, portanto nao errou nesse ponto. O erro, ao meu ver, está na igreja manter essas regras ainda. O outro erro dele q vi, e ja foi falado aqui, foi nao ter cuidado das vitimas, como tb prega a igreja.
Pra mim, o maior erro dele nao foi a excomunhão, e sim nao fazer nada pra mudar essas regras.
Quanto ao aborto e se acreditarmos q a vida começa na concepçao, eu nao saberia quem escolher pra viver, a criança ou os bebês.
Segundo entendi,ela poderia morrer mantendo a gestaçao, mas havia a opçao, mesmo q minima, de todos sobreviverem. Com o aborto, nao restou opçao para os bebês. E se os medicos optassem por fazerem uma cesariana entre o sexto e setimo mes? Quem sabe os bebes tivessem uma chance.

beijos

Kenia Mello disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Kenia Mello disse...

Crys, não acho que o erro do arcebispo e da ICAR seja não mudar seus princípios, seus dogmas. Eles não existem para serem mudados, pois são a base da igreja, de qualquer igreja, por mais que não concordemos.
O que eu não admito e acredito que a sociedade não deve admitir é que qualquer instituição religiosa, seja ela católica, evangélica, budista, islâmica etc. etc. queira impor esses mesmos princípios a um Estado que não é religioso, mas LAICO.

Beijos, sócia.

Crysthine disse...

Oie Sócia,

Mudar os dogmas nao, claro. Mudar as regras, o codigo, inclusive esse "castigo" para os abortadores foi recem incluido na lista.

Beijos